Santa Clara de Assis

Lembre-se da sua decisão (…). Não perca de vista seu ponto de partida, conserve o que você tem, faça o que está fazendo e não o deixe, mas, em rápida corrida, com passo ligeiro e pé seguro, de modo que seus passos nem recolham a poeira, confiante e alegra, avance com cuidado pelo caminho da bem-aventurança”, (2 Carta de Clara a Inês n.11).

A vida e o testemunho de Clara nos inspiram enquanto membros de uma nova comunidade a buscar o que verdadeiramente importa e tornar feliz o homem, isto é, a graça de Deus que para tal exige de nós, de muitos modos, um verdadeiro despojamento de si e das próprias vontades. Quanto mais capazes de nos despojarmos como Santa Clara, mais seremos capazes de adentrar ao Céu.

X