Nome, Símbolo e Sinal

O Nome

Porque dom de Deus?

O nome dom de Deus é inspirado no texto da samaritana no Evangelho de João. Quer significar a verdade mais profunda que norteia a própria vida da Comunidade, pois esse nome vem primeiro dos lábios de Jesus, do seu coração divino e que transborda a mulher samaritana e a faz rever toda a sua vida. A potência desse nome está na sua intencionalidade, isto é, se conhecesses o dom de Deus e quem te pede de beber; na forma como Jesus conduz a mulher a uma vida nova de encontro com ela mesma, de se ver como um dom de Deus a partir do dom que nela está presente. Assim, nossa vida em comunidade prisma por essa excelência em fazer com que cada filho(a) de Deus se encontre, se redescubra, se transforme.

O Símbolo da Comunidade

O símbolo da Comunidade é o Peixe, o ictus, símbolo dos cristão dos primeiros séculos. O  peixe era alimento básico entre os ju­deus. Embora duas vezes tenha sido objeto de mi­lagre, e assim como o pão tornou-se símbolo de Cristo, assim também o peixe pôde ser lembra­do como provisão de Deus. Uma vez que o pei­xe era um alimento essencial, a profissão de pes­cador era comum. O Senhor Jesus usou a figura do pescador e da pesca para exemplificar o discipulado e a abrangência do Reino de Deus.

Como símbolo cristão, a palavra grega para peixe, ichthys, era dividida como segue: / (Je­sus); ch (Cristo); th (de Deus); y (Filho); s (Salva­dor). A frase grega, por inteiro, era: Ieosous Christós Theou hyiós, Soter, ou seja: Jesus Cris­to, Filho de Deus, Salvador. Tornando o mais famoso acróstico da Antigüidade e de toda a História, sem dúvida, foi criado pelos primitivos cristãos. Tomando as letras iniciais da frase grega Iesous Christós, Theou hyiós, Soter (Jesus Cristo, Filho de Deus, Salvador), que era escrita com uma palavra abaixo da outra, formou-se o acróstico ichthus (peixe), símbolo que identifica um cristão, quer quando gravado nas paredes das catacumbas, quer quando desenhava no chão de terra para representar um território sagrado.

O Sinal da Comunidade

Por inspiração divina temos como sinal de nossa consagração e vínculo com a Comunidade uma cruz: de madeira, cortada em três de seus quatro lado em sentido diagonal simbolizando a Santíssima Trindade. A cruz da Unidade afixada a cruz de madeira, sinal dado pelo Senhor em uma Celebração Eucarística, fazendo-a ser vista no Cálice na hora da consagração e na parte de trás da cruz, afixada a ela, um pouco de terra das catacumbas de São Calixto, em Roma, como sinal de união com os primeiros cristãos e o cordão marrom. No discipulado, usa-se a cruz da unidade apenas em um cordão negro. No noviciado, a cruz dos consagrados sem a terra das catacumbas e com o cordão branco.

X